Financiamento e Fomento à Cultura no Distrito Federal e nos Estados Brasileiros

Financiamento e Fomento à Cultura no Distrito Federal e nos Estados Brasileiros

Coordenador: Antônio Albino Rubim

Poucos são os estudos sobre financiamento e fomento à cultura no Brasil. Os existentes, em geral, se dedicam ao plano nacional e suas leis de incentivo. Na contramão, o simpósio busca discutir de modo amplo os sistemas de apoio que funcionam nos cenários estaduais e no distrito federal. O simpósio tem como pontos de partida exposições sobre os resultados da pesquisa Financiamento e Fomento à Cultura no Distrito Federal e nos Estados Brasileiros, desenvolvida pelo Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura da Universidade Federal da Bahia, com apoio do Ministério da Cultura.

Convidados:

Adriano Sampaio – Professor Adjunto da Universidade Federal da Bahia (Facom/UFBA) e professor permanente do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura/IHAC/UFBA). Pós-Doutorado, em andamento, ECA/USP (2016-2017). Doutor e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas – UFBA, com estágio doutoral pela Universidade de Paris III – Sorbonne Nouvelle, graduado em Comunicação Social – Relações Públicas pela Universidade do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Estudos sobre a Marca, Comunicação Estratégica, Marketing Cultural e Produção Cultural, atua, principalmente, nos seguintes temas: análise do discurso, assessoria em comunicação, posicionamento discursivo, teoria e pesquisa em comunicação e direitos humanos. Desde 2010, coordena o programa de extensão Arte, Cultura e Ciência da UFBA, em parceria com a Proext e a Facom/UFBA. É Líder do Grupo de Pesquisa: LOGOS – Comunicação Estratégica, Marca e Cultura, certificado pelo CNPQ.

Alberto Freire – Doutor em Cultura e Sociedade pelo Instituto de Humanidades Artes e Ciências Prof. Milton Santos (IHAC) da Universidade Federal da Bahia. É mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia e graduado em Comunicação (Jornalismo) pela Universidade Federal da Bahia. Trabalhou na gerência de Comunicação da Petrobras (E&P-BA), em Salvador, é professor do Mestrado Profissional em Bioenergia da Faculdade de Tecnologia e Ciências – FTC, da graduação no curso de jornalismo da FTC e professor da UNIJORGE na Pós-Graduação em Linguagens e Mídias Audiovisuais. É pesquisador do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura – CULT, da UFBA. Atua na área de Políticas Culturais, Cultura e Sociedade, Comunicação e ensino de jornalismo.

Beto Severino – Professor adjunto da Universidade Federal da Bahia. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: história, comunicação e patrimônio cultural. Professor da disciplina Política da Cultura e da Comunicação, da Faculdade de Comunicação, e do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia. É pesquisador do Grupo de Estudos Multidisciplinares em Cultura – CULT e pesquisador associado do Diversitas Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos, da Universidade de São Paulo. No projeto Intolerância/Tolerância – Democracia e Cidadania, do Programa Institutos do Milênio CNPq é coordenador do Projeto Memória e Identidade, com foco em políticas culturais e a migração/imigração contemporâneas. Atua no campo da História da Cultura.

Carlos Paiva – Possui graduação em Produção em Comunicação e Cultura pela UFBA, especialização em Educação Estética, Semiótica e Cultura pela UFBA e especialização em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona / Instituto Itaú Cultural (2015). Integrante do quadro de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Estado da Bahia. Atuou como Chefe de Gabinete da Secretaria Estadual de Cultura da Bahia (Secult-BA) em 2007 e 2008 e como Superintendente de Promoção Cultural da Secult-BA de 2009 a 2014. De 2015 a maio de 2016 atuou como Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.

Fabiana Guimarães – Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Alagoas (2005), com habilitação em Relações Públicas. Atualmente é mestranda do Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia. Foi Produtora Cultural e Gerente de Projetos da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas.

Gleise Oliveira – produtora e gestora cultural. Possui especialização em Gestão de Projetos. Foi Diretora de Cidadania Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia de 2013 ­ 2015. Atualmente é discente no mestrado Multidisciplinar em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia e pesquisadora do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Cult).

Luana Vilutis – educadora e socióloga, doutora em Cultura e Sociedade pela UFBA; trabalha com formação e pesquisa nas áreas de cultura, economia solidária e políticas culturais. Atualmente é pesquisadora do CULT onde realiza a Pesquisa sobre Financiamento e Fomento à Cultura no Brasil: Estados e Distrito Federal.

Raiany Silva – mestranda no Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA, orientanda do professor Albino Rubim e tem se voltado mais para a questão do financiamento/fomento à cultura. Natural de Natal-RN, é graduada em Gestão de Políticas Públicas e técnica em Música com habilitação em violão pela UFRN.

Renata Rocha – Doutora em Cultura e Sociedade pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia – UFBA (2014), mestra pelo mesmo programa (2009) e graduada em Comunicação – Jornalismo também pela UFBA (2006). É vice-coordenadora do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura da UFBA. Realizou estágio doutoral na Universidade Autónoma Metropolitana – Unidad Iztapalapa, México, com bolsa do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior da CAPES, sob a orientação do Prof. Dr. Eduardo Nivón. Tem experiência nas áreas de Comunicação e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: Políticas Culturais, Políticas de Comunicação, Comunicação, Cultura, TV Pública.

Scheilla Gumes – Graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia (2001). Adquiriu experiência em gestão de redes sócio-culturais, comunicação institucional, coordenação de equipes, produção e edição de conteúdos educativos para suportes multimídia (publicações impressas, vídeos, sites, rádio), concepção, elaboração e gestão de projetos, educomunicação, comunicação popular e comunitária e assessoria de imprensa para instituições e projetos ligados às culturas populares e juvenis.

Taiane Fernandes – jornalista, produtora cultural, gestora pública, doutoranda em Cultura e Sociedade e pesquisadora em formação do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura ­ CULT na Universidade Federal da Bahia ­ UFBA. Foi professora substituta da Faculdade de Comunicação da UFBA (2007­2009), Assistente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia (2008­2009), Assessora de Transversalidades da Cultura (2011­2012) e Superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura (2102­2014) na Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.