Mesa Coordenada | Financiamento, participação e construção de políticas públicas de cultura no Brasil

Mesa Coordenada | Financiamento, participação e construção de políticas públicas de cultura no Brasil

No dia 9 de agosto, às 16h30, na programação do XVIII Enecult, também acontecerá a Mesa Coordenada Financiamento, participação e construção de políticas públicas de cultura no Brasil.

A proposta da mesa reúne quatro artigos que, entre si, estabelecem uma unidade temática e, ao mesmo tempo, refletem sobre questões que impactaram o campo da cultura no recente, e ainda presente, contexto de pandemia. O fio condutor do nosso debate consiste na reflexão sobre o problema do financiamento/fomento da cultura que, em virtude da crise sanitária provocada pela COVID-19, se agravou consideravelmente, exigindo do poder público medidas emergenciais e dos agentes culturais um forte esforço de mobilização política. Nesta perspectiva, a tríade: financiamento, participação e políticas públicas de cultura constitui uma unidade de temas e de problemas que, por sua vez, devem ser tratados em conjunto. Dentre as políticas públicas implementadas no Brasil nos últimos dois anos, os impactos que a Lei Aldir Blanc (LAB), por exemplo, provocou no campo da cultura parece ser incontornável. Nesse sentido, surgiu a compreensão comum entre os participantes de que tais impactos precisavam ser estudados e avaliados, tendo como pano de fundo a questão sempre urgente do financiamento/fomento da cultura, articulando uma reflexão jurídico-conceitual acerca da relação entre financiamento e fomento com estudos específicos sobre os impactos da LAB em diferentes esferas do campo da cultura.

🗓️ 09/08

⏰ 16h30

🌎 Online – Youtube – https://www.youtube.com/Enecult

Coordenação de Ivânio Lopes de Azevedo Júnior (UFCA) – Professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFC. Líder do Grupo de Pesquisa Filosofia da Cultura – FilCul (UFCA/CNPq). Bolsista de Inovação Tecnológica (BIT/FUNCAP) do Programa Cientista-Chefe da Cultura.

Alexandre Barbalho (UFC, UECE) – Professor dos PPGs em Sociologia e em Políticas Públicas da UECE e em Comunicação da UFC. Líder do Grupo de Pesquisa em Políticas de Cultura e de Comunicação.

José Márcio Barros (UEMG/ODC,PUC-Minas, UFBA) – Doutor em Comunicação e Cultura pelas UFRJ. Professor e pesquisador do PPg em Artes da UEMG e do Poscultura da UFBa. Coordenador do Observatório da Diversidade Cultural. 

José Oliveira Jr (ODC/Secult-MG) – Mestre em Comunicação Social (PUC Minas); Pesquisador associado do Observatório da Diversidade Cultural (2005-2022);   Diretor de Economia Criativa da secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (2020-2022)

Luiz Augusto F. Rodrigues (LABAC- UFF) – É Professor Titular do Departamento de Arte da UFF, vinculado à graduação em Produção Cultural e à pós-graduação em Cultura e Territorialidades. Coordena o Laboratório de Ações Culturais -LABAC /UFF. É associado a diversas redes internacionais no campo da cultura. É editor de PragMATIZES – Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura, e coorganizador da coleção Mirante (e-books gratuitos, parceria Instituto Grão e LABAC-UFF).

A atividade faz parte do GT Políticas Culturais do XVIII Enecult, que acontece entre 9 e 12 de agosto, de forma híbrida.